Sinto boas energias....
Cultura

CONTOS E ENCANTOS 2020

CONTOS E ENCANTOS 2020

A Secesp por meio da Biblioteca Pública Municipal Sandálio dos Santos, traz para este início de ano, mais uma edição do Contos e Encantos, que acontecerá nos dias 29 e 30 de janeiro. São dois dias de apresentações com clássicos inesquecíveis da literatura infantil, muita contação de histórias e performances teatrais.


DIA 29 DE JANEIRO (QUARTA-FEIRA) A PARTIR DAS 15H – “O RATO DO CAMPO E O RATO DA CIDADE”

DIA 30 DE JANEIRO (QUINTA-FEIRA) A PARTIR DAS 15H – “O MENINO DO DEDO VERDE”

Para fazer parte desta incrível experiência não é necessário realizar inscrições ou pagar entrada, basta chegar e aproveitar! Crianças e adultos de todas as idades são convidados, porém os menores de sete anos deverão permanecer acompanhados pelos pais ou responsável durante o evento.

A Biblioteca Pública Municipal Sandálio dos Santos fica à Rua Paraná, 2786 – Centro.

Mais informações: (45) 3902-1370.


PROGRAMAÇÃO

O RATO DO CAMPO E O RATO DA CIDADE

Para o dia 29, a Cia do Rabisco – grupo performático e teatral formado pelas servidoras Katiane Farias, Vanesa Moraes e Denise Farias – apresentará “O rato do campo e o rato da cidade” uma fábula atribuída Esopo, que conta história de um rato muito elegante que morava na cidade e resolveu visitar um velho amigo que vivia no campo. “Ah! – pensou o rato da cidade – “eu preciso passear um pouco. Vou matar as saudades de meu amigo e aproveitar para ver a natureza e respirar o ar puro do campo.” E lá foi ele, contente e entusiasmado com o passeio. O rato do campo parecia muito bem – disposto e esbanjava saúde. Isso reforçou a ideia de seu amigo e que a vida perto da natureza era mais saudável. O rato da cidade foi bem recebido pelo amigo, mas estranhou demais o ambiente onde vivia seu companheiro. Ele não estava acostumado com a vida simples e sentiu falta dos requintes da cidade. Início às 15h.

O MENINO DO DEDO VERDE

Já no dia 30, a equipe composta pelos estagiários da Biblioteca e a Cia do Rabisco apresentam “O menino do dedo verde”, uma fábula que conta a história do menino Tistu, que desde pequeno era especial, de um modo que ninguém sabia, nem ele mesmo. Como não conseguiu ficar na escola, Dona Mãe e Sr. Papai resolveram ensinar-lhe tudo que precisava saber na “prática”. Seu primeiro professor, Bigode (jardineiro da casa de Tistu), descobriu que ele tinha o polegar verde, isso significava que por onde ele colocasse o dedo, afloravam flores e árvores. Seu segundo professor, o Sr. Trovões, lhe mostrou o que era ordem e onde havia desordem, mostrando-lhe a favela de Mirapólvora, um lugar triste e escuro. Tistu, achando a favela um lugar sem alegria, não perdeu tempo! Onde passava pela favela colocava seu dedo verde! Fez isso também em outros lugares, como na prisão e no hospital que visitou! Esta fábula de Maurice Druon trata de questões relacionadas com os conceitos de convívio social, ética e cidadania e foi pioneira ao abordar o tema ecologia. Início às 15h.